Sequências e Consequência


Filmes em sequências é um assunto polêmico pra mim. Isso porque eles podem tanto melhorarem com o tempo, quanto ferrarem com a história inteira em apenas uma sequência. Abaixo eu vou listar minha opinião sobre algumas sequências de filme que eu assisti:
Saga Twilight: Pra dizer bem a verdade, Crepúsculo foi uma boa droga. Os diretores descaracterizaram totalmente a história e os personagens. Além de mudarem muuuuuuitas partes do livro original (que é da onde saiu o filme) eles mudaram os personagens também!!! Um bom exemplo é o Edward. No livro Crepúsculo, e nos outro também, ele é super engraçado e romântico. No filme ele está mais pra um masoquista retardado. Em nenhuma parte do livro diz que ele tinha que ficar com uma cara de dor de barriga o filme todo. E eu nem vou comentar os [d]efeitos especiais ridículos do filme.
Sequências: Lua Nova realmente melhorou. Quem leu o livro percebeu que os diretores (que foram trocados) seguiram bem a história e deixaram Edward fazer suas piadinhas durante o longa também. Treze milhões a mais foram investidos nos efeitos especiais, o que deu uma turbinada no filme.

A Hora do Pesadelo: Freddy Krueger ia muito bem, obrigada, eliminando todas as crianças e adolescentes que cruzavam o seu caminho. Todos os filmes da franquia são bons, com exceção do sétimo filme, O Retorno de Freddy Krueger que é extremamente chato e cansativo. Freddy aparece só no final, fazendo uma aparição medíocre para um personagem com tanta reputação.

Sexta-Feira 13: É quase um pecado falar mal de uma série de filme de terror que eu tanto gosto, mais é preciso. Isso porque Jason Voorhees ia seguindo sua vida de assassino tranquilamente quando os produtores do filme resolveram fazer uma nova versão (2009) e simplesmente foder com a história inteira.
Em uma parte do filme, Jason atravessa seu famoso facão num dos adolescente, mas não o mata. Ele deixa o menino agonizar e berrar, com o intuito de atrair os outros amigos deles que estavam se protegendo dentro da casa.
Mas peraê: "com o intuito"??? Exatamente. Eles deram inteligencia a um personagem que era caracterizado por sua total falta de cerebro e moral. Jason dá muitas outras provas de que esta inteligente neste filme, mas eu particularmente não gostei. O terror do filme era esse: um maníaco que mata a todos sem nenhum motivo. Agora, se Jason é capaz de pensar...Ele precisa de um motivo para matar, certo? Apesar de que isso acabaria com toda a graça da história.

Premonição: Esse é um exemplo bem sucedido de sequências de filmes. O primeiro filme (aquele do avião) já foi bom, mais nada comparado com os outros que vieram depois. Os efeitos especiais melhoraram (e evoluíram!) a história ficou mais interessante e sangrenta e, ao contrário de muitos filmes de terror, Premonição não acabou "devendo" para nenhum lado. Isso, não ficou nojento e abusivo como O Exorcista e nem acabou com um mero filme de suspense. Terror inteligente na medida certa.

Harry Potter: Outra franquia de sucesso. Já são o que... seis filme (o sétimo vai estreiar daqui a pouco) que não cairam no esquecimento. Mais de 10 anos de Harry Potter e ainda temos fãs fanáticos por todo o mundo esperando ansiosamente por Relíquias da Morte- parte 1. Precisa dizer mais alguma coisa?

Nenhum comentário: