Halloween Days - Parte 4

_Senhor, acorde, já iremos pousar.
Abri os olhos assustado. Como assim, já iríamos pousar? Nas minhas contas a viagem demoraria uns dois dias ou mais e não haviam se passado nem sete horas, ou menos.
Olhei para um senhor que estava sentado ao meu lado, ele era grisalho, barrigudo, aparentava ter uns cinquenta e poucos anos, mas estava bem arrumado.
_Desculpe perguntar, mas... onde foi o local de embarque?
O senhor me olhou intrigado e eu pude sentir em sua mente que ele estava me achando doido. Não que eu ligasse para isso.
_Texas garoto, _respondeu ele, bem devagar_ Embarcamos no Texas.
Santo Deus! Não podia ser!
_Não era... China?
O senhor riu. Eu ri junto para não parecer maluco ou drogado.
_Boa piada garoto! China...
Eu já tinha entendido tudo. Tinha lido na mente dele o porque de minha confusão. Estávamos em uma colonia de imigrantes chineses no Texas! Eu tive que rir da minha confusão. 
Eu, papai e mamãe, desde que eu tinha me descoberto como vampiro, nunca mais fixamos morada. Nenhum vampiro fixava morada, éramos eternos nômades. E também não nos prendíamos à limites e fronteiras, raramente sabíamos exatamente onde estávamos. Juntando isso e meu excelente desempenho em geografia e temos um erro absurdo de continente!
O avião pousou suavemente no solo de Diablo.

________________ ,,____________________

Era pior que a sede de sangue. Era pior do que quando tive que me separar de Taylor.Se chamava tédio :p
Eu estava trancado em um quarto de hotel sem TV á cabo, sem INTERNET e sem a Taylor. Agora que estávamos na mesma cidade era quase impossível ficar longe dela.
Eu era como um viciado, sempre fui. E minha droga estava perto demais agora para eu suportar duas noites. Eu simplesmente tinha que encontra-lá.
Com esse pensamento, pulei da janela do terceiro andar e saí para a noite fria, farejando-á.

Nenhum comentário: