Se Beber Não Case Parte II - Filme

Nome Original: The Hangover Part II
DireçãoTodd Phillips

Gênero: Comédia
Duração102 min.

Classificação:





Sinopse: Na sequência da comédia de sucesso 'Se Beber, não Case', Phil (Bradley Cooper), Stu (Ed Helms), Alan (Zach Galifianakis) e Doug (Justin Bartha) viajam para a exótica Tailândia para o casamento de Stu. Após a despedida de solteiro inesquecível, em Las Vegas, Stu optou por um seguro e sossegado café da manhã para a festa de pré-casamento. No entanto, as coisas nem sempre saem como planejado. O que acontece em Las Vegas pode ficar em Vegas, mas o que acontece em Bangkok não pode sequer ser imaginado.








O filme escolhido para esse fim de semana foi o tão esperado "Se Beber não case Parte II". Apesar de vir com esse 'Parte II' agregado ao nome, não é preciso necessariamente ter assistido ao primeiro filme para entender essa continuação.
Ah... continuações. Elas podem tanto estragar de vez com tudo ou melhorar a imagem do primeiro filme (quase sempre estragam).  Neste caso não estragou necessariamente, mas achei o tema redundante.
Desta vez quem está para se casar é Stu, o nerd do trio , com uma moça tailandesa. Tirando o fato de seu sogro compara-lo com um mingau de arroz (sem sal e de fácil digestão) e ele ter sido praticamente obrigado a convidar o estranho Alan para seu casamento, tudo está indo bem.
As coisas desandam durante um drinque aparentemente inocente ao redor de uma fogueira que tem seu epílogo em um pulgueiro na cidade de Bangkok, decorado com um macaco (muito engraçado por sinal), um dedo numa tigela de gelo e uma tatuagem sinistra no rosto de Stu.
Assim como no primeiro filme, Doug não aparece muito (ele vai embora antes deles 'pirarem') e o novo desaparecido agora é o irmão mais novo da noiva, um garoto de 16 anos que é verdadeiro orgulho da família.
Achei uma continuação desnecessária, mas não menos engraçada. Li algumas críticas sobre o filme que diziam coisas como 'é muito pesado' e 'tem piadas de mal gosto'. Afinal, o que o humor? Coisas loucas, que fogem do normal e que são impossível - ou difíceis - de acontecer em nossas vidas algum dia.
A comédia é muito boa sim e faz rir. Tem parte pesadas? Coisas escrotas? Palavras de baixo calão? Siiiiim. E é exatamente por isso que o filme é proibido para menores de 16 anos e não é obrigatório assistir falo mesmo
É difícil escolher qual dos personagens roubaram mais a cena. Eu diria que foi o macaquinho, mas ele não seria nada sem Alan para tornar suas cenas tão ridicularmente engraçadas. Para o Alan eu dava um Excepcional (5 estrelinhas).
Entretanto, o filme como um todo receberá apenas 4 estrelas (Ótimo), perdendo uma por - no português correto - falta de história. A continuação mudou os locais, trocou alguns personagens, mas o fundamento continuou o mesmo, não à nada de novo. 
Ouvi boatos de que haveria um SBNC 3 é minha singela opinião é: Não façam!!! O um foi excepcional, o dois foi ótimo então, não criem um terceiro filme sem roteiro nenhum só por lucro. Afinal, uma franquia longa só é feliz quando seus filmes tendem a subir de nível e não ao contrário.


Obs: Eu achei neste site a trilha sonora do filme. Saca só:

Nenhum comentário: